Equador é um país livre de sementes transgênicas

terça-feira 23 de Abril de 2013

Todas as versões deste artigo : [Español] [français] [Português]

Autor: Tegantai - Agência Ecologista de Informação.

Publica: Tegantai - Agência Ecologista de Informação.

Canal: Coalizão dos Povos pela Soberania Alimentar (PCFS).

Tipo de documento: Notícia.

Linguagem: espanhol.

Assunto: Meio Ambiente.

As palavras-chave: Recursos naturais, Soberania Alimentar.

Países e Regiões: Equador.

Veja notícia em link direto.

Ação Ecológica, a Rede por uma América Livre de Transgênicos (RALLT), e a Coordenadora de Defesa do Mangue (CCONDEM), confirmaram: o Equador é um país livre de sementes de milho transgênico. A asseveração se baseia no estudo feito em 15 províncias do país, nas quais foram tomadas mais de 400 amostras de variedade de milho local, industrial e híbridos nos últimos dois anos.

"Escolhemos o milho porque é a cultura mais importante do Equador e se planta nas 24 províncias; além disso, o milho é a segunda cultura transgênica em nível mundial depois da soja" explicou Elizabeth Bravo, coordenadora científica da pesquisa.

A metodologia consistiu em avaliar a existência de três proteínas transgênicas nas folhas do milho antes da floração, segundo explicaram as organizações participantes do estudo. “Devemos agradecer a ausência de transgênicos aos nossos agricultores, aos nossos camponeses, que souberam proteger o nosso patrimônio genético”, disseram.

Meninos e meninas de diferentes nacionalidades do Equador entregaram um mandato às autoridades, comprometendo-as a manter o país livre de transgênicos e lastimaram a ausência dos membros da assembléia e outras personalidades convidadas. "Aos membros da assembléia eleitos estamos entregando um país livre de transgênicos e queremos que o país continue assim” disse a menina Daniela Gallardo.

Este evento aconteceu no âmbito do Dia Mundial da Terra.

Ver em linha : Equador é um país livre de sementes transgênicas

Tejiendo Redes.
C/ Hermanos García Noblejas, 41, 8º. 28037 - MADRID.
Tlf: 91 4084112 Fax: 91 408 70 47. Email: comunicacion@fidc.gloobal.net

SPIP |